Batata Sem Umbigo

20 de dezembro de 2012

O fim do mundo chegou... doce ilusão!!!

Caros e caras leitores, amigos, detratores, seguidores, dentre outros, desse blog.

Dizem que o mundo vai acabar amanhã, não, não vai viu... (http://reescritadetudo.blogspot.com.br/2012/12/fim-do-mundo.html)

eu até tinha escrito e começado a desenhar uma HQ de duas páginas sobre o tema para postar nesse blog, mas num tô com vontade, quero dar uma folga pra mim mesmo, me dedicar um tempo maior a reflexão ininterrupta sobre o NADA. Isso também é conhecido como preguiça.

o ano foi muito interessante, muita coisa aconteceu, mas como sempre, gosto de pensar no quanto eu pude beber, e muito... por isso, classifico o ano que está findando com nota 9! E tendo em vista que ainda faltam alguns dias para ele acabar, pode chegar a 10 fácil fácil, pensando no tanto que eu quero beber até seu fim.

Abaixo, postarei algumas leituras muito interessantes que me acompanharam ao longo de 2012... fica a dica:




O Tacão de Ferro: 
Livro de fôlego de Jack London, no qual narra um futuro longínquo que após passar por várias tentativas de revolução socialista, caiu em séculos de ditadura ferrenha, o chamado Tacão de Ferro.



















Jimmy Corrigan - O menino Mais esperto do Mundo: 
O experimentalismo empregado por Chris Ware é deixar qualquer quadrinista maluco... e a história banal de seu personagem principal, viajando pelas memórias de três gerações da família é emocionante.











Pagando por Sexo: 
Esse é daqueles quadrinhos autobiográficos que você não acredita quando lê, como pode o autor, Chester Brown, expor de tal modo sua vida particular, principalmente quando essa diz respeito ao seu hábito de apenas se relacionar sexualmente com prostitutas. Fantástico!
















O Apanhador no Campo de Centeio:
Nunca tinha lido esse livro, considerado um dos grandes clássicos da literatura mundial, quando comecei a ler, não queria mais parar. A narrativa de Salinger surpreende, por, mesmo apresentando uma personagem principal quase que repulsiva, consegue deixar o leitor em choque quando está demonstra uma humanidade inesperada.














Habibi:
Essa é de longe a melhor Hq que li neste ano. Em mais de 700 páginas, Craig Thompson demonstra como é possível contar inúmeras histórias sem perder o fio da meada. Trabalho muito bonito e com um senso crítico fenomenal.


















Trópico de Câncer:
Confesso que já havia lido esse livro há uns 5 anos atrás, mas é incrível como a releitura da obra máxima de Henry Miller me fez pensar na vida e nos hábitos desta... Fundamental.















O Imprecador:
O livro de René-Victor Pilhes é daqueles suspenses que não dá vontade de parar de ler, porém, com uma dose de cinismo e crítica às mega corporações mundiais que muitos cientistas humanos ainda não colocaram no papel.















Y- O último homem (Vol. 10):
A saga do último homem da Terra após uma praga que acabou com todos aqueles que portavam o cromossomo Y chegou ao fim no Brasil em seu décimo volume. Sem dúvida nenhuma, a obra de Brian K. Vaughan e Pia Guerra marcou e muito o meu aprendizado de como contar uma boa história em quadrinhos, com temas polêmicos, muito suspense e um final muito longe daqueles de novela das oito.











Promessas de Amor a Desconhecidos Enquanto Espero o Fim do Mundo (Vol. 01 ao 03):
Comprei com grande expectativa a obra do catarinense Pedro Franz, já tinha lido muitos elogios a sua obra e foi com grande furor que devorei os três volumes de Promessas... quadrinho digno dos melhores que li na vida, e independente... Foda!!!













Sweet-Tooth - Depois do Apocalipse (Vol. 01):
Nada melhor para finalizar essa lista do que um gibi pós-apocalíptico. Jeff Lemire, escreve e desenha essa obra, advindo do cenário underground norte-americano, esse cara manda muito bem, e aguardo ansiosamente o desdobrar dessa aventura macabra ao longo de 2013.









Por fim, e não menos importante, fica a felicidade que estou com o lançamento de meu primeiro livro, o Refluxo, quem quiser adquirir pela internet, basta acessar o site: http://memoriaoperaria.org.br/



Ou então me encontrar por ai....

11 de dezembro de 2012

3 de dezembro de 2012

Lançamento do Refluxo na Monkix e demais leituras surgidas disso - parte 01

Salve salve, amiguinhos e amiguinhas que ainda insistem em ler esse blog vagabundo. Como alguns devem saber, no último sábado ocorreu lançamento do livro Refluxo na Monkix Livraria . Devo dizer que não houve chuvisco ou até granizo que me impedisse de ficar muito bêbado nesse lançamento... eu avisei, eu sou um cara que quando ver a oportunidade eminente de me embriagar com poucos custos, fico feliz, empolgado... o sangue ferve e devo confessar que a possibilidade de escrever autógrafos coerentes vai pro espaço... me desculpem...

Mas vamos a parte mui boa, e responsável pelo meu endividamento de fim de ano...

Foram lançados muitos outros quadrinhos, demonstrando que  a produção independente vai em pleno vapor!!! E a Monkix é foda nessa característica, é difícil de não encontrar o que se procura lá... em meu momento de embriaguez cheguei até a me convidar para morar dentro da loja...

Mas vamos a primeira parte de leituras a partir dos lançamentos do último sábado:

VELHA COSMOPALITO #01 e #02:























Revista foda... na forma me lembra muito as Chiclete com Banana do Angeli da década de 80... a pegada da Kellen Carvalho é fazer aquele humor que quebra as pernas, e como ela mesmo disse, ela é uma bukoviskiana nata... e dá pra sentir isso ao ler esse zine fodido... Vale a pena conferir seu blog: http://borntobevelha.blogspot.com.br.

TIPOS.



















O Tipos. do João Rabello é daqueles zines de leitura fácil, rápida e pra deixar aquele sorriso na cara por um tempinho, grande ou curto, depende do sarcasmo embutido do leitor. O João é um cara gente boa que curte o que faz... creio que eu e ele eramos os mais jovens daquele lançamento... e bebemos. Para conferir o blog dele basta acessar: http://quadrinhosperturbados.wordpress.com/.

NEM MORTO





















Esse livro do Nem Morto do Leo Finocchi é muito engraçado, a ideia de um zumbi que não perde a consciência humana é demais, e muito bem trabalhada, o livro é muito bonito, muito bem editado e diagramado, e uma seqüencia de piadas que anima qualquer marmanjo mal humorado...vale a pena conferir seu site: http://nemmorto.com/.


bom, por hora é isso... amanhã posto o restante das minhas opiniões do outros lançamentos!!!!